terça-feira, 27 de dezembro de 2011

O drama da maquiagem.

Começo dizendo que sou uma pessoa que não usa muita make. Muito pela preguiça que eu sinto em me maquiar e o resto por não saber e achar feio mulher com a maquiagem mal feita / de palhaço.



Então eu me limito a usar o básico quando necessário: corretivo (tem que ser do bom porque minha olheira é quase preta), base, lápis e as vezes um blush. Raramente eu uso batom e sombra. E como eu tenho a pele meio chatinha eu costumo comprar coisas de boa qualidade para não me dar alergia e afins.
Mas o que interessa é: no início do mês eu fui para SP num evento do Youtube e precisei disfarçar a cara de cansada. Só que na correria eu esqueci meu estojo de maquiagem INTEIRO por lá. Além dos meus itens pessoais tinham algumas coisas que eu uso em fotos (já disse que sou fotógrafa né?). Ou seja, eu chorei lágrimas de sangue com delineador.

Buá

Já faz quase um mês que eu estou sem NADA de maquiagem. Nem um mísero lápis de farmácia eu tenho. Vou ter que comprar alguma coisa para esconder essa cara de bunda cansada no ano novo, mas nada demais. Vou aproveitar que minha irmã volta dos EUA em fevereiro e pedir para ela trazer coisinhas de lá para mim.
Aí é que vem a revolta. Fiz uma pesquisa dos itens que eu quero/preciso e eis a surpresa. Eu já sabia que as coisas importadas são bem mais caras aqui e mimimi mas olha só:




Convertendo na cotação do dólar hoje, eu vou pagar R$293,40. Ok, não é super barato, mas também não são OITOCENTOS REAIS. São mais de R$500,00 de diferença. Isso porque o preço que eu vou pagar lá é o da loja da MAC, se eu tivesse paciência/tempo de ficar procurando no Ebay eu pagaria mais barato com certeza.
Eu sei que existem tarifas de importação e etc mas sei também que além disso os comerciantes brasileiros querem ter lucros de mais de 100% sobre o preço do produto. Isso porque muitos não importam da forma legal, ou seja, não pagam os devidos impostos.


Logo, comprar maquiagem importada no Brasil é LOUCURA!
Não se deixem levar por ~~ blogueiras de moda ~~ que tem lojinha virtual/indicam a da amiga e dizem que o preço justo porque elas viajam para o exterior as suas custas, compram as makes sem impostos e revendem por preços absurdos.

See ya!

Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. e essa muóda de bronze alaranjado que não passa nunca?

    ResponderExcluir
  2. "Eu sei que existem tarifas de importação e etc. mas sei também que além disso os comerciantes brasileiros querem ter lucros de mais de 100% sobre o preço do produto": isso é a coisa maaais certa do mundo! Qualquer pessoa com um mínimo de educação fiscal sabe que nem somando as alíquotas de todos os impostos incidentes sobre os produtos em questão não vai achar uma forma de justificar um acréscimo de 100% no valor dos produtos, quem dirá acréscimos de 200, 300%, comuns de se ver por aí. Aí a gente reclama que tá caro e as "ingênuas" (que, na maior parte dos casos, de ingênuas não têm nada), vêm logo colocar a culpa na tributação. Façam-me o favor, né. Claro que a tributação pesa no preço, mas não a esse ponto. A ganância e a esperteza dos lojistas/comerciantes, que já perceberam que tem gente louca o suficiente para pagar R$ 80 em um removedor de esmalte Chanel, influencia MUITO mais os preços. Tenho muitíssima pena de quem acredita nessa lorota de que os altos preços brasileiros devem-se exclusivamente à atividade do Fisco.

    ResponderExcluir

Comente!