quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Conar X Cara de pau

Cuidado blogueiras, vocês estão sob a mira das autoridades!
Menos, bem menos... o assunto da vez na blogosfera de moda é a investigação que o Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária) abriu em cima de uma suposta propaganda veiculada pelas seguintes blogueiras: Mariah Bernardes, Thássia Naves e Lala Rica Rudge. Digo suposta porque é assim que preferiram chamar mais um jabá mal disfarçado. 

[Se você não faz ideia do que eu estou falando leia: Conar investiga blogueiras e Sephora se pronuncia sobre processo. Depois prossiga.]

Pois bem, não foi a primeira e nem será a última vez que uma marca usa uma ~blogueira~ famosa para divulgar um ou mais produtos. Até aí não vejo problema, porque afinal o que seriam das empresas sem propaganda? Se os responsáveis acham válido pagar meninas que muitas vezes não sabem o que falam e essas por sua vez aceitam a proposta, tudo nos conformes. A coisa começa a desandar quando ambos acham que o blog já tem credibilidade suficiente para enrolar os leitores. Ou alguém realmente acredita que seis moças (da mesma network) que só usam marcas caríssimas resolvem na mesma semana dar uma passadinha numa loja de departamentos, daquelas bem populares? Ou pior, que uma delas viajou, comprou vários produtos de beleza e coincidentemente todos podem ser achados no link de uma loja que começou a operar no Brasil naquela semana. Desculpa mas se você caiu em algum desses contos eu tenho uma coisa para contar: tudo não passa de publicidade velada, que é proibido e que levou leitores a denunciarem blogs ao Conar. E mais, ainda quando a loja linkada, que vende produtos inspired (conhecidos também como cópia ou falsificação), é da jabazeira, continua contra as regras. Sem contar o que não é regulado: as mentiras sobre festas, viagens, compras e até o local onde moram. O deslumbramento que constrói o fantástico mundo das ~Blogueiras de moda~.

Talvez, no começo da onda dos ~blogs de moda~ esse tipo de falcatrua colasse, mas agora em meio tantas polêmicas (vide Blogueira Shame) e tanta exposição (até blogueira declarando para revistas que tira mais de cem mil reais por mês só blogando e que talvez vá começar a cobrar por conteúdo) não dá mais para continuar. Essa investigação não passa do grito dos leitores dizendo que não são (ou não querem mais se fazer de) burros. Eu sinceramente não acredito que isso vá dar em alguma coisa, mas talvez sirva para que as denunciadas e tantas outras criem um pouco de vergonha na cara, senão medo mesmo e comecem a deixar claras as suas reais intenções: faturar acima de qualquer coisa.

Comente com o Facebook:

11 comentários:

  1. Gente, acredito que a culpa não seja da Sephora, pois as outras blogueiras que fizeram propaganda dos mesmos produtos sinalizaram, e o trio supracitado NUNCA sinaliza JABÁ NENHUM.

    ResponderExcluir
  2. Engraçado que nunca vi ninguém comentar se há impostos sobre essa arrecadação nos blogs. Se virou negócio/empresa desse porte, tem que formalizar, regular e cobrar impostos. Todo pequeno empresário paga impostos na prestação de serviços e, pelo que percebo, nessa história rola uma espécie de "toma lá, dá cá". Eu acredito que a partir de agora as agências reguladoras e o governo irão buscar mais informações sobre esse novo negócio. Depois desse cerco, só vai se manter quem for profissional de fato e de direito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom questionamento. Eu não faço ideia se elas declaram os ganhos reais. Mas imagino que não...

      Excluir
    2. Esse tem que ser o próximo questinamento: o enriquecimento dessas blogueiras é feito de maneira legal ou ilicitamente?
      Pq se há geração de receita, tem que existir prestação de contas ao governo, assim como com qualquer veículo de publicidade.

      Excluir
  3. Já estava mais do que na hora disso acontecer. Dá vergonha de ver leitoras vangloriando blogueiras que mentem descaradamente e vivem em um mundo que não existe. Um mundo de aparências, de conteúdo muitas vezes mal escrito que, infelizmente, é consumido vertinoginosamente. Alguém me explica onde a Thássia vai vestida daquele jeito! rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, eu falei sobre isso aqui: http://www.fashionkillerc.com/2012/04/em-que-ano-as-blogueiras-de-moda-vivem.html

      Excluir
  4. É importante sim essa investigação da Connar, trabalho com blog de moda, fiz acessória e quando eu comecei era algo tão simples, postagem de roupas, e nada de tanto glamour assim, esse tipo de blogueira cresce a cada dia pelas leitoras que leem e as coloca lá em cima, não sou contra postagem de publicidade que seja devidamente informada, porém é preciso rever esse lance de blog de moda, virou algo surreal.

    ResponderExcluir
  5. Sinceramente? Cada um trabalha e ganha dinheiro do jeito que quer! Existem blogueiras e blogueiras.. E a shame hoje que postou "como falam de mim sem me conhecer" e ela la conhece pessoalmente as pessoas de que fala mal? Algumas gongadas sao engracadas mas outras saode quem nao tem mais o que fazer! Acho tudo isso uma perda de tempo, se cada um cuidasse da propria vida seria melhor! Muitoo melhor!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Blogueira gongada pela Titia é você?

      Excluir
  6. Muito drama, sério! Se não quiser não leia os blogs ué!!!
    E outra coisa, qual problema de uma propagandinha???
    Bjinhusss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Propaganda não tem problema nenhum. O problema surge quando elas não dizem que é propaganda.

      Excluir

Comente!