sábado, 15 de setembro de 2012

Quando uma boa ideia decepciona

Lembram do post "Madame cara de pau"? Pois é, o assunto de hoje é bem parecido.
Acho que a maioria de vocês conhecem o site enjoei, certo? Para quem não sabe do que se trata darei uma breve explicação: é um local para pessoas colocarem a venda peças ou produtos usados (em bom estado) que elas "enjoaram". A iniciativa é legal e eu sou a favor dessa "reciclagem", fora o fato de que se você tiver paciência de garimpar certamente vai achar alguma coisa que você queria por um preço muito mais em conta. Só que no meio dessa busca por algo que pudesse me agradar veio a decepção: a dona (ou dono) do site permite a venda de produtos falsificados e, para piorar, os chama de inspired ou réplica.




NOVECENTOS dinheiros uma xing ling? 

Como não é réplica nem imitação? E esse H mal copiado aí, é o que?

Vergonha foi o que eu senti quando li esses absurdos.  Réplica perfeita, de primeira linha, oi? Alguém ainda não sabe que falsificação é crime? Acho que não... O que nem todos sabem é que adquirir um produto desses também é:

Art. 180 - Adquirir, receber, transportar, conduzir ou ocultar, em proveito próprio ou alheio, coisa que sabe ser produto de crime, ou influir para que terceiro, de boa-fé, a adquira, receba ou oculte.

Talvez esteja na hora dos responsáveis reverem o que está a venda para tentar retomar o status de "boa ideia". Eu  não compro nada por lá enquanto houver incitação ao consumo de produtos falsos.
E isso vale também para as ~blogueiras~ de moda que vendem produtos ~inspired~ por preços exorbitantes em suas lojinhas. Menos cara de pau gente, por favor.

See ya!

Comente com o Facebook:

48 comentários:

  1. Muito bom. Eu não sabia que comprar falsificação era crime, interessante.
    O que mata nesse site é o responsável defender a "qualidade" do inspired.

    ResponderExcluir
  2. "Inspired" ou "réplica" foi uma forma ~chic~ e menos "chocante" em dizer que é PIRATA, FALSIFICAÇÃO... Ouço estes termos há muitos anos e acho um tremendo absurdo porque, por incrível que pareça, muita gente não sabe o que eles significam... =/

    ResponderExcluir
  3. E as peças "nunca usadas"? Como alguém enjoa de algo que nunca usou? Tá me cheirando coisa de lojista desovando estoque, o que não era pra ser o propósito do site.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem coisa que tá na cara que é feita pra vender mesmo. Mas eu mesma tenho coisas pra vender que comprei e nunca usei. Acho que eles não estão sabendo selecionar, só estão pensando no que vai dar lucro pra eles e pronto. Estão estragando a ótima ideia que tiveram mesmo.

      Excluir
    2. Desculpa, mas eu discordo. Eu sou designer de moda e tenho MUITA roupa que comprei há anos e nunca usei. Só não abro um brechó pq sou daquelas que se apega às roupas.

      Quanto a produto falsificado, nada mais cafona!

      Excluir
    3. Que babaquice sem tamanho comprar roupas e ficar com elas há anos sem usar!
      Tanta gente sem ter que usar e a bonitona aí deixando roupa no armário ser comida pelas traças.
      #VergonhaAlheia

      Excluir
    4. Eu acho que isso é um problema meu, não é Anônimo?

      Excluir
    5. Não aguento caga regra que diz o que a gente tem que fazer com roupas que nós compramos com nosso próprio dinheiro.

      Excluir
  4. inspired tb é crime? eu particularmente não curto, mas tudo na vida é inspiração copiada, não? uma empresa faz uma TV, outra vai lá e copia as funções, não deixa de ser "inspired", não? Enfim, uma estampa, um corte, os próprios designers se copiam, renovam modas antigas. Fico meio confusa com este conceito do inspired...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara Lívia,
      no caso de produtos eletrônicos, as empresas "patenteiam" um determinado processo ou função que elas criaram. Daí elas efetuam registro dessa tecnologia e as concorrentes pagam para usar a mesma tecnologia. A isso chamamos royalties.

      O que ocorre no mundo da moda é que as marcas criam determinado tipo de tecnologia (costura, detalhes do desenho, moldes ou afins) e outras simplesmente copiam. Se inspirar, copiar ou falsificar tem o mesmo sentido: se passar por outra marca, que não é a sua. Nenhuma dessas pessoas/empresas se intitula como "inspirada por ...". Elas querem é usar o bônus (a marca) sem pagar o ônus (os direitos dos proprietários da marca).

      Excluir
    2. Na verdade, uma coisa é inspiração, outra é cópia. A inspiração é normal, afinal, nada se cria. Mas tu te inspira em algo que algm criou pra criar algo novo. Outra coisa é o Zé da esquina fazer uma bolsa exatamente = à da Hermès e colocar um baita de um H na frente. A verdade é que o sentido do termo "inspired" foi deturpado e se usa como um eufemismo de cópia, falsificação.

      Excluir
  5. E quando as lojas Arezzo, CS, Zara, etc. Vendem um produto inspired, pode?
    Outro dia eu estava pensando que pelo menos a réplica leva o crédito a quem a criou, pois está escrito a marca lá, já as inspireds enganam dizendo que o tal produto foi desenvolvido pela marca. Para mim tudo é réplica! Falta de criatividade e respeito por quem a desenvolveu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles também não podem vender, é por isso que tem tanto processo rolando por aí, vide o caso Hermès x 284.
      No final, é tudo réplica, como você bem disse.

      Excluir
  6. Olha Livia algo inspired é quando uma loja como a C&A faz uma bolsa parecida com um modelo Chanel por exemplo.Tipo, eles só pegam o modelo.. mas vendem com a marca C&A não como a marca Chanel.
    Agora você pegar e PIRATEAR um produto não tem nada de inspired, é CRIME mesmo.



    ResponderExcluir
  7. Nossa, ontem mesmo li as regras do site e eles mesmos dizem que não aceitam peças falsificadas. To vendo mesmo...

    ResponderExcluir
  8. Fico revoltada com a cara de pau de algumas pessoas. Nos tempos de orkut eu visitava uma comunidade de sapatos e uma menina vendia Louboutins que eram segundo a própria originais.Eu fui toda curiosa olhar o album com as fotos dos sapatos e tava na CARA que era falsificado! Acabamento super mal feito e sabe o pior? Eram caríssimos e ela ainda conseguiu vendeu pra um monte de meninas! Absurdo!

    Sério gente, não precisa ser profissional pra ver que esses produtos são piratas, porque o acabamento é muuuito porco. Bem mais vantagem pegar seu dinheirinho e comprar uma bolsa Arezzo ou de outra marca nacional. É um ótimo custo-benefício.

    Ah, e só para finalizar quem compra produtos piratas está financiando a máfia chinesa né? Pequeno detalhe.

    ResponderExcluir
  9. Sem contar o preço. Uma serra usada da Bosch está R$350, no ML, com um ano de garantia e NOVA, sai por menos de 300.
    https://www.enjoei.com.br/produto/tico-tico
    http://lista.mercadolivre.com.br/bosch-gst-100

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Totalmente delusional! Estão vendendo a coleção do "GUia do Mochileiro" usada por 54, enquanto que o Submarino anunciou, ainda na semana passada, a coleção por 29,90. Eu comprei pro meu marido, no Dia dos Namorados, por 39,90

      Excluir
  10. além do mais, a maioria das fotos dos produtos não são fotos reais, eu particularmente nunca gostei desse site, apenas da ideia que é bem legal

    ResponderExcluir
  11. Me choquei mais foi com a descrição brega do sapato com letra da música da xuxa e a decrição TOSQUÍSSIMA no óculos.

    ResponderExcluir
  12. acho q vou soar defensora, mas as descrições são feitas pelo próprio 'enjoado', os responsáveis pelo site só aprovam - sei q é conivência, mas verbalmente ninguém defendeu nada...

    e 6 me desculpem se tô dizendo besteira, mas fosse assim não tinha q mandar fechar toda loja de sapato, por causa de, por exemplo, essa aberração chamada sneakers? pq em *todo* lugar tem pra vender, e original é só da moça lá, Isabele, sei lá como chama... pra ficar só na "peça da estação"...

    ResponderExcluir
  13. Inspired é quando o modelo é copiado mas não o logo, ou seja, você olha e sabe que aquilo não é de grife. Se vem o logo da grife é pirata, é falsificado e se você for pego num país sério com uma falsificação será punido.
    E acho muito pobre usar falsificação. Se eu não posso comprar um item de luxo compro o que eu posso dentro do meu orçamento, de boa qualidade, não uma falsificação de qualidade duvidosa...

    ResponderExcluir
  14. então quer dizer, se eu gostei do modelo da bolsa, indiferente da marca que seja, se achei bonita e é inspired ou sei lá o que, então eu não tenho direito de querer porque imita uma marca? e se não tenho condições de dar quatro dígitos numa original da marca como fica? então, eu que me dane mas não posso ter uma nem parecida porque meia dúzia determinaram que se quiser a bolsa tem que usar a original senão é considerado ridículo? acho isso um pensamento preconceituoso e arrogante. A partir do momento que uma bolsa seja parecida ou até igual a uma original que não ostente o símbolo da grife, por um preço legal, não vejo nada demais em, se a pessoa achou bonito o design, adquirir uma, só porque uns e outros acham "um absurdo". desde quando não se pode ter uma só porque não é original, porque não pagou um carro popular no preço? cada um usa o que tem vontade, o que acha legal e deu, independente se é parecido com aquela grife super famosa, ou se é um design totalmente diferente. Como disse a pessoa aqui em cima, tudo na vida é inspiração copiada, uma televisão, um celular, uma roupa, e nem por isso tenho a obrigação de comprar o produto unico e exclusivamente daquele que criou primeiro. Acho uma tremenda besteira isso aí..as tais grifes de luxo que baixem o preço, pois desse jeito diminui a pirataria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Filha, não tem que diminuir nada, vai trabalhar mais, sua pobre!

      Excluir
    2. AMEI sua resposta! KUDO!

      Excluir
    3. kkkkkkkkkkkkkkk a primeira sabe o que é trabalho?
      particularmente não vejo muito sentido em comprar falsificado,
      uso algo porque acho bonito, pela qualidade, se não posso pagar compro uma inspiração.
      e nada mais podre do que escrotinhas que precisam se montar em cima de grifes pra se sentir alguém importante ou comprar algo falsificado pra se inserir nesse grupo
      como esse lixo de pessoa acima, que não saber de nada além de se vestir pra ir a faculdade.
      na internet tá cheio de gente desaforada, insultando aos quilos gratuitamente, mas na vida real não tem essa atitude.
      não aguenta um peteleco no fucinho!

      Excluir
    4. Cada doido que aparece. A questao nao é se é cara ou barata. A questao que falsificaçao é CRIME. E quem usa falsificaçao alem de ser cafonissimo, também esta contribuindo para essa pratica ILEGAL.
      Se nao tem dinheiro para comprar original te garanto que tem Marcas mais acessiveis e com um preço legal.

      Excluir
  15. Se não tem a marca em nenhum lugar da peça não é falsificação, e sim uma cópia! Tudo se copia. Senão somente a Levi's teria o direito de vender calças jeans. Mas essas peças vendidas neste site tem as marcas, então não passam de falsificações. Lamentável!

    ResponderExcluir
  16. Para mim mais brega q usar falsificacao e pagar tres, cinco, dez mil reais em uma bolsa!!!nada justifica esses precos abusivos... So um bando de riquinhas (ou nao) futeis mesmo! E ainda concordo com a cinthia q diz q se nao querem falsificacao, entao deem um preco justo pras coisas! ra

    ResponderExcluir
  17. O problema, é que se proíbem, eles vão parar de dizer que é réplica e vender como original... Pior...

    ResponderExcluir
  18. Ridículo é pagar 10 mil R$ em uma bolsa de mão! E quem nunca comprou um produto pirata/inspired é pq é Lala Rudge ou tá mentindo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma coisa não exclui a outra, entende? Você não precisa condenar o preço da bolsa e comprar uma falsa mais barata, quando se tem muitas marcas legais e bem mais em conta..o preço exorbitante não é desculpa pra falsificação, já que você e a milionária estão na verdade querendo é o status da marca. Quando a mentalidade dessas garotas mudar é que a falsificaçãos se tornará ultrapassada.

      Excluir
  19. Só sei que essa hermes "inspired" vende no e-bay por 10 dólares.

    ResponderExcluir
  20. Acho que a dona desse blog Fashion Killer tá é com inveja do sucesso alheio! Atire a primeira pedra que nunca comprou um cd pirata pra instalar coisas no computador!? Quem nunca comprou a roupa, o sapato ou a bolsa da moda no shopping INSPIRED em algum estilista famoso?? Cara, vai tentar fazer sucesso numa boa. Falar mal dos outros, diminuir ou ofender as pessoas é uma atitude mais bonita do que comprar réplica ou falsificação?? Onde vcs estão com a cabeça? Vamos olhar mais pro nosso umbigo ou consciência (se é que ela tem, pq umbigo eu sei que tem!) antes de apontar o dedo ou julgar ou outros. Vamos deixar de lado a hipocrisia! Se todos tiverem muito sucesso, ninguém ia precisar comprar a réplica e aí esse mercado deixaria de existir! Vamos nos preocupar com os animais em extinção, com as florestas com a água e COM O PRÓPRIO UMBIGO!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá "Paty",
      você tem o direito que achar que eu estou com inveja do sucesso alheio (que aqui nessa postagem não cabe ou você acha que eu tenho inveja de quem vende produto falsificado?)mas eu gostaria de informar que você está errada.
      Onde você me viu ofendendo ou diminuindo PESSOAS? Você está enganada, mais uma vez. Provavelmente você leu apenas uma postagem e está dando sua opinião e se for isso, ok. Caso contrário você tem algum problema de interpretação porque o mote do blog é, além de falar sobre coisas que eu gosto ou não e indicar produtos de boa qualidade e a preços acessíveis, alertar as pessoas para falcatruas que rolam na internet. Não é todo mundo que tem o conhecimento que você tem sobre o que é inspired e o que é falsificação. O acesso internet popularizou muito e muita gente faz suas compras por aqui. Garanto que se você perguntar para essas pessoas qual é a diferença entre inspired e falsificação 90% não vai saber responder. Se o post não serviu de informação para você, apenas ignore.
      Quanto ao sucesso alheio, eu acompanho muitos sites (blogs ou não) e fico MUITO satisfeita quando alguém ganha reconhecimento honestamente, sem inventar um estilo de vida e ostentar. Quanto aos mentirosos, enroladores e jabazeiros, vou continuar apontando o dedo sim para que pelo menos quem acessa o meu blog saber do que se trata. Infelizmente nem todo mundo é tão esperto quanto você acha que é.

      Excluir
    2. Tudo que se critica na internet é por mera inveja. Creio que quem deva olhar para o próprio umbigo é você antes de sair falando merda.

      Excluir
    3. Querida Paty...graças ao seu comentário, acabei de saber que não preciso ser uma pessoa de muitas preocupações. Que não faz sentido eu me indignar com várias coisas, que tenho que focar somente em um problema, por exemplo : não posso achar falsificação uma coisa terrível, já que existem criancinhas com fome no mundo. Nossa ...me tirou um peso. Adoro essa preocupação seletiva ; )

      Excluir
  21. Cicy, que programa você usa para editar imagens e fazer as montagens aqui do blog?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E é original? Você comprou ou baixou na net?

      Excluir
    2. É original. Eu já tive um estúdio fotográfico é o problema para quem tem cnpj e usa produtos falsificados é muito maior do que para pessoa física. Eu já comprei coisa falsificada quando adolescente, mas hoje em dia não faço mais. Principalmente roupa, maquiagens e afins eu prefiro comprar algo de boa qualidade original, por causa da qualidade e da assistência que a gente tem em caso de defeito.

      Excluir
    3. Mas eu já comprei coisa falsificada sim, tipo camisa de time de futebol. Mas não durou um mês e desbotou, descosturou... Eu acho que vai da consciência de cada um. E tem um ponto importante: a honestidade na hora de tentar vender algo, principalmente pela internet. Nem todo mundo sabe o que é uma peça "inspired".

      Excluir
  22. Eu comprei no enjoei uma bolsa como sendo Alexander Wang. Ok, pelo preço eu SABIA que não era (tipo, menos de 100 reais). Mas acontece que lá no campo "marca" esta escrito bem claro "Alexander Wang". A moça que me vendeu me mandou um email explicando que não era original (o que eu já sabia) e perguntando se eu ainda queria a peça. Óbvio que eu queria. A bolsa não é igual a do estilista, então acho que se enquadra nas inspired mesmo. O material é bom e o preço tava ótimo. Comprei. Na hora achei meio pisada de bola do pessoal do site ter deixado a marca como sendo do cara (do estilista), mas passou batido. Lembrei disso agora lendo esse post... Mas já vi que eles tiraram tudo quanto é cópia/falsificação do site (somente não tem mais menção dessas coisas, mesmo quando o produto é claramente uma cópia, mas ok). É bom saber que eles não estão querendo enganar ngm, ao menos. :) E o site é ótimo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema da falsificação passa por isso também: a ma fé de quem vende. É comum ver na internet produtos falsificados ou cópias sem especificação. Algumas pessoas sabem que pelo preço é impossível ser original, mas muitas outras não.

      Excluir
  23. Como cancelar o cadastro no site Enjoei?

    ResponderExcluir
  24. Como cancelar meu catrastro no enjoei

    ResponderExcluir
  25. Bando De Frescos Que que tem ser falsificados. Supre as Necessidades do mesmo Jeito.!

    ResponderExcluir

Comente!