sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Estúpida? Nem tanto.



Estava ontem visitando o Blogueira Shame e li um texto sobre uma suposta liberação de duzentos mil reais por parte da Fundação de Cultura da cidade de Recife, ligada a prefeitura, para a realização do evento Shopping Day organizado pela blogueira Camila Coutinho. Digo suposta porque até então não havia lido nada além do texto sugerido pela Shame. Resolvi pesquisar sobre, ainda que atrasada, para crer que esse absurdo realmente havia ocorrido.
Para quem não sabe, o Shopping Day é um "bazar fashion" onde as marcas vendem seus produtos com desconto. Para disfarçar a real intenção e não ficar feio, alguns artistas foram convidados para números musicais e outros para realizar intervenções. Não encontrei informações se isso aconteceu de fato, mas não acredito que ninguém tenha ido ao evento por essa razão.
Isto esclarecido, vamos aos fatos. A verba realmente foi liberada sem licitação, o que já é estranho, sob o discurso que "fomentaria a economia cultural no segmento de moda e divulgaria artistas e estilistas locais". Tal dinheiro faz parte da verba destinada a promoção de eventos e festividades culturais e folclóricas, que eu posso garantir que não é muita. Um evento que nada mais é que uma liquidação (de luxo) de roupas e acessórios não me parece uma festividade cultural, muito menos folclórica e liberar uma quantia relativamente grande,  sem licitação e em período de campanha eleitoral é uma afronta a população. Não bastasse, a empresa Lead! Assessoria e Promoção que organizou o evento junto a Camila Coutinho, pertence a Carla Bensoussan que por sua vez é esposa de Antônio Lavareda, marqueteiro do atual Prefeito de Recife, João da Costa, que tentou entrar em campanha de reeleição mas foi vetado pelo próprio partido ao apresentar um mandato insatisfatório e falta de condição política para comandar uma cidade, segundo o PT. Coincidência demais?
Além de toda essa história mal contada, vamos supor que o evento realmente fosse voltado para um fim cultural e folclórico. Seria de interesse dos organizadores e da prefeitura que a população em geral tivesse acesso gratuito a tanta benevolência, correto? Pois é, o que aconteceu foi a cobrança de um "ingresso" no valor de quinze reais apenas para sorrir dentro do espaço. Para onde foi esse dinheiro? Será que existe uma prestação de contas uma vez que o evento foi realizado com dinheiro público? Sem contar que o que menos foi visto por lá foi artista local uma vez que nem a metade dos expositores era do estado, muito menos da cidade. Ou será que Pop Up Store, Schutz, Acessorize e Fórum entre várias outras são Pernambucanas e eu não sei?
Eu questiono ainda se a blogueira Camila Coutinho tem conhecimento da aparente falcatrua política que está por trás da liberação dessa verba. Se a resposta for sim, não tenho o que comentar. Se não, aconselho a ela checar com o que está lidando antes de fechar parcerias. Mas creio que por ora ficaremos sem uma explicação por parte da moça porque a mesma se encontra passeando em Paris. Vamos aguardar.
Quanto a questão política acho válida uma investigação por parte do Ministério Público afim de averiguar se a liberação do dinheiro, sem licitação, foi legal e em caso negativo a aplicação das punições cabíveis. Mas acho sinceramente que isso não vai acontecer.
Acorda gente! As eleições são esse fim de semana e não são apenas os escândalos explorados pela mídia que merecem nossa reflexão!

Ps: Quem quiser ver a publicação no Diário Oficial é só clicar aqui.

Comente com o Facebook:

39 comentários:

  1. Eu tinha lido sobre esse basfond na Shame mas você explicou muito bem qual a relação do dinheiro X política. Eu também me pergunto qual a relação da Estúpida no meio disso tudo mas sinceramente não creio que ela esteja envolvida em nenhuma maracutaia política.
    Não sou talifã dela, só acho isso. Mas você levantou uma questão muito importante: cadê a prestação de contas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, mas se o tal do Shopping Day é organizado por ela e recebeu dinheiro público sem licitação, isso já é o suficiente. Msm sem levar em consideração o rolo político.

      Excluir
  2. Excelente o texto. Sou de Recife e achei isso um absurdo pois eventos culturais de verdade são difíssilimos de receber verba.
    Mas tem um pequeno erro no seu texto, o atual prefeito João da Costa não é candidato a reeleição, pois ele foi um prefeito TÃO ruim que o partido não permitiu ele se candidatar a reeleição.

    ResponderExcluir
  3. Fiquei estarrecida ontem qdo comecei a ler a respeito!
    Interessante, q é aquela história, eqto a bomba estoura por aqui, a pessoa envolvida está em Paris!
    Triste!

    ResponderExcluir
  4. Realmente, seu texto é muito com e esclarecedor. Só gostaria que as pessoas também levantassem a voz para reclamar de problemas que o país enfrenta, e não ficar nessa de só tornar público o que acontece no mundo das blogueiras de moda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você.
      O objetivo do meu blog não é fazer denuncia de cunho político ou social, por isso não o faço. Fiz dessa vez porque aconteceu junto com um tema de abordagem daqui. Mas existem milhares de espaços da internet que o fazem muito bem. Só fica desinformado quem quer! :)

      Excluir
    2. Isso é um problema que o país enfrenta, CORRUPÇÃO. Apropriação de dinheiro público para fins indevidos.

      Excluir
    3. Eu fiz o comentário, e você têm razão em não tratar de outros assuntos, porque seu blog está mais voltado para a moda. Mesmo assim, só quis registrar minha opinião. Parabéns pelo texto! :)

      Excluir
    4. #classemediasofre hein Anônimo?
      Até parece que a Shame e o Fashion Killer vão começar a falar sobre Mensalão. Putz, os blogs falam de blogueiras de moda. Que saco esse povo que acha que não se pode falar nem fazer nada sem lutar contra a corrupção antes.

      Excluir
  5. Para quem é de Recife basta que vá ao Ministério Público e informe sobre o ocorrido, um procedimento investigatório será aberto. "Denunciar" no blog e as pessoas embaixo concordarem não adianta. A indignação da população precisa chegar ao conhecimento de quem tem poder investigatório. Parabéns à blogueira pela iniciativa de verificar isso e levar a conhecimento público, mas não pare por aí se você for de Recife!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sou de Recife, mas espero que essa postagem (entre outras sobre o mesmo tema) chegue as leitoras de lá e elas denunciem sim!

      Excluir
    2. Oi, eu sou de Recife, e vou procurar saber como reclamar isso no Ministério Público daqui. Achei a história toda uma palhaçada, e muito me revolta essa notícia, porque está na cara que é tudo uma falcatrua mesmo.

      Excluir
  6. Cara! fiquei passada com o que eu li sobre o Shopping day!! ainda mais por saber que foi feito com verba pública, por favor né?! Sou de Recife e fiquei decepcionada em saber que a prefeitura liberou verba para um dia de futilidades ao invés de usá-lo para um evento que de fato beneficiasse a população... lamentável essas coisas... Parabéns pelo post! Adorei!
    Bjus

    ResponderExcluir
  7. Stela, tbm tem um erro no seu texto. Eh " dificilimo" .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahah é mesmo não tinha nem visto. É o que da escrever antes das 7h morrendo de sono, mas obrigada pela correção. :)

      Excluir
  8. Ahhhh... ela está em Paris???
    Coincidência, poxa vida...

    ResponderExcluir
  9. Eu senti uma revolta tão grande quando acabei de ler esse texto...
    Não apenas pelo dinheiro que foi "doado" para um evento que não representa em nada a cultura pernambucana mas também pela facilidade como ele foi conseguido.
    Eu sou artista plástica e quase que dependo de leis de incentivo a cultura para viver da minha arte. Você tem noção de quanta burocracia eu enfrento para inscrever um projeto numa dessas leis? Somente inscrever, sem garantia nenhuma de retorno. E quando eu consigo, é uma maratona de prestações de conta sem fim, o que eu acho justo já que eu estou utilizando dinheiro público.
    Fica aqui minha indignação com a prefeitura de Pernambuco e com a esposa do prefeito + Camila Coutinho que ultrapassaram o limite da cara de pau.
    Meninas de Recife, DENUNCIEM e EXIJAM uma averiguação!!!

    ResponderExcluir
  10. o que o marido da estupida faz mesmo? ele é da política? pq se for; ta tudo explicado!

    ResponderExcluir
  11. O marido da estúpida é do ramo das concessionárias de veículos. O marido da Bensoussan é que é da área de marketing político.

    ResponderExcluir
  12. Veja o art. 25 da Lei 8.666/93 - Licitação e contratos. Assim você vê os cabimentos de inexigibilidade licitação e não espera pelo MP para saber se a contratação é ilegal ou não.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Camilla, eu conheço a lei de Licitação e Contratos, mas obrigada por deixá-la aqui. :)
      O que eu estou questionando vai além da falta de licitação (que tenho dúvidas ainda se é cabível no caso). O dinheiro claramente foi empregado de forma errada, sob uma justificação incoerente ou você concorda que o Shopping Day é uma manifestação cultural folclórica?
      Enquanto os artistas locais ralam para conseguir qualquer trocado a empresa da esposa do marqueteiro da atual gestão consegue rápido assim?
      Há de se pensar.

      Excluir
  13. é não, a família do marido dela tem uma rede de concessionárias de automóveis, a auto belo! e nem daqui de recife eles são (a família do marido) são de Carpina, interior!!

    ResponderExcluir
  14. Gente, eu moro em Recife e tenho amigas que foram a esse evento. Meu sentimento é de indignação diante de tamanha cara de pau. Sobre o evento, esse foi uma porcaria; desorganização, tumulto, falta de respeito são as palavras que melhor definem aquela palhaçada. Segundo minhas amigas, somente no último dia elas puderam circular sem agitação pelo espaço e comprar alguma coisa. Além do mais, os preços das peças não foram os divulgados.
    Sobre a denúncia, é claro que antes de afirmar alguma coisa, temos de fazê-lo com certeza dos fatos, mas creio que isso venha a ser verdade sim, tendo em vista a péssima gestão do atual prefeito. E digo mais: vale a pena uma investigação acerca dos eventos passados do Shopping Day, afinal, nunca se sabe, não é?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A denúncia é feita exatamente com esse fim: investigação.
      Não cabe a gente dar o aval de certo ou errado perante a lei, né?
      Quanto ao evento, também ouvi reclamações mas prefiro não afirmar porque não estava lá.
      :D

      Excluir
  15. Pois é ESTUPIDEZ GERAL!!!
    Enquanto este evento acontecia, os Festivais de Teatro, Dança...
    não receberam um centavo para apoio e realização destes eventos.
    Foi angustiante ver grandes peças terem de se apresentar e cobrar
    migalhas para ter um publico, ver grandes artistas custearem seu
    proprio trabalho. Quando um evento deste, com sentido comercial
    que pode muito bem se auto prover, usa de recursos publicos.

    ResponderExcluir
  16. Tô passada!! Tamanha minha revolta, fui buscar informações na "fonte" e o que eu encontrei foi mais estupidez:

    trecho retirado do post sobre a "ocupação moda-cultural" do shopping day:

    "a moda autoral daqui vai marcar presença no espaço Ocupação Modacultural, uma das maiores lojas do Shopping Day, que vai reunir 17 estilistas pernambucanos de moda feminina, infantil e acessórios, com preços super legais! A ação ,apoiada pela Prefeitura do Recife, tem como objetivo promover a divulgação dos criadores locais e incentivar o consumo de produtos made in Recife!"

    Quanto dos 200 mil reais(!!!) foram "investidos" em UMA loja e 17 estilistas/marcas PERNAMBUCANAS?? As marcas pagam pra participar de eventos assim? recebem? como é o esquema? Qual a visibilidade de UMA loja em um evento desse porte??

    Alguém, please!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não posso afirmar que nesse vento específico as marcas pagaram para participar, mas tomando como um todo eu acredito que sim.
      Geralmente a marca paga por um espaço, estande ou coisa similar.

      Excluir
    2. Se pagaram o buraco é beeem mais embaixo né? Também não sei detalhes (sou de recife, mas não moro lá), mas agradeceria se alguém esclarecesse isso tudo.

      Pretendo voltar a morar lá, montar um empreendimento e já tenho um mooonte de idéias legais! Mas quando vejo uma coisa assim, chega a desanimar!

      Excluir
  17. Fia vc acha que a camila coutinho precisa de maracutaia por causa de duzentos mil? ela tem muuuito mais que isso e tá sambando na cara de vcs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é verdade... quem precisa de duzentos mil, néam?

      hahahaha

      Excluir
    2. Imagina né anônima... o que são duzentos mil reais perto de fintchy reais hahahahahahah

      Excluir
  18. Então...

    Alguns esclarecimentos direto da terra.

    Fui ao evento e, de fato, havia um espaço bem interessante, no palco principal, especialmente para os estilistas pernambucanos. Estava bonito e bem decorado. As pessoas daqui tendem a ser bem bairristas, e, com certeza, foi um ponto a mais para Camila, na aceitação frente a meios de comunicação e do high society que acha que Recife é o centro do mundo.

    Sei que falar em "folclore" e "local" também pode dar uma ideia "humilde", mas também garanto que muitas destas criações são bem carinhas, desanimando até mesmo quem pensa em ajudar no dia-a-dia. Lembro de ter visto a marca de uma menina parente de alguém que trabalhava comigo, 100% pernambucana e com coisas bem bonitas, mas preços nas nuvens. Apesar de querer incentivar o "nosso", dispenso a exploração.

    Resumindo o que quero dizer: algumas destas marcas são de meninas tão bem de vida quanto a mocinha do blog, posso garantir. Daquele tipo que faz faculdade de moda e abre uma lojinha inflacionada em área nobre da cidade.
    Será que precisariam, realmente, de incentivo financeiro para entrar lá?

    Pela parte dos envolvidos, é difícil...O marketeiro em questão é gente grande aqui na publicidade pernambucana. Juntou duas agências antigas e estáveis em um projeto maior (vale a pena pesquisar para os esclarecimentos), tem nome (e o fato é: toda grande agência não chegou lá pela criatividade. Tem mutreta. No mercado daqui e do mundo todo, lamentavelmente. Contas de governo pagam super bem...e a corrida para consegui-las nunca é limpa). A empresa da esposa também tinha projetos interessantes e renome. Segue uma linha mais de "luxo" (tipo lançamentos Le Lis Blanc para VIPs, sabe?). Talvez pelo "calibre" da dona também ser uma boa madame. Na página deles do Facebook dá pra entender bem.

    Não sei se a blogueira entrou às cegas nesta, confiando nos serviços, ou se buscava algo bem específico (a esta altura, ela já conhece muito bem algumas agências boas do Recife).

    O governo João da Costa também é dos mais complicados. Realmente, ocorreram estes imprevistos aí, mas à altura do shopping day, já haviam sido dissipados (o báfáfá maior entre o PT local se deu em junho/julho). Atualmente, o prefeito se dedica mais em fazer com que o candidato do partido não se eleja (por incrível que pareça!). O fato é que, como resultado, o moço governa com o botão de "foda-se" sempre ON. Ele não está nem aí se a cidade anda bem ou mal, se as coisas são feitas da forma correta...Parece que não é com ele. As portas da prefeitura estão abertas à bagunça desenfreada, por nada mais que pirraça.

    Sei que meu depoimento mais confunde que explica, mas essa é a situação mesmo. E é bem mais para você, Cicy, que para o bate-boca dos comentários.
    São os vai e vens de uma agência que parece ser bem legal (tenho amigos que trabalham lá e postam fotos bem satisfeitos com o ambiente e a realização profissional), mas não é tanto...De um governo que não merece respeito algum, em todos os aspectos, e de uma blogueira que, vinda do mundo "virtual", cai nessa, sabe-se lá como.

    Vi pessoas citando o fato de Camila estar em Paris agora, mas, sinceramente, "só" com o dinheiro do blog ela já consegue (um só entre parêntesis mesmo, já que o humilde salário de blogueira é bem exagerado!). Não vou exagerar de dizer que ela tem muito mais que 200mil, mas que está muito bem para uma menina de 20 poucos anos, está!
    Dinheiro por dinheiro, ela poderia aceitar vários posts malas daqueles de "provando roupas de tal loja" e aumentar a pequena fortuna.

    Entende? Não? Nem eu. E ainda vamos demorar a entender, acho.
    Por enquanto, prefiro estar confusa e não julgar (ilude menos).

    ResponderExcluir
  19. primeira vez que entro no seu blog e ameiiii
    morri de rir !!!
    To cansada de saia com rabo e aquele tenis todo cagado, bom alguem falar disso com humor!
    Fora esse seu post sobre um assunto tão sério.
    Abraçooo

    ResponderExcluir
  20. Sabe o q vai acontecer??? NADA, pq ninguém vai se dar ao trabalho de ir ao Ministério Público pra fazer queixa alguma, e em Recife pelo menos MUITA gente q critica a blogueira a acompanha nas redes sociais e quer SIM ser igual a ela. Eu n acompanho, n entendo NADA de moda, n to nem aí pra isso pra dizer a verdade. Acho um absurdo SIM. Pq os expositores PAGAM, os cosumidores PAGAM e a blogueira q tem "muitoooooo mais q 200 mil " ainda precisa de licitação?? Faça-me o favor. Que o mundo morra de fome pq o importante é andar c uma chanelzinha à tira colo. #prontofalei

    ResponderExcluir
  21. Garotaaa por favor faz um post sobre o pessoal amando a mulher do cachoeira no blog futilish...nada politicamente correto.Fiquei de cara com o deboche dela.
    Adoro seu blog
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com vc. Aquele post sobre os óculos da mulher do cachoeira não pode passar em branco, foi muita alienação dela e tb porque ela não aceita comentários contrários à opinião dela.

      Excluir
  22. Acabei de ler o post,achei futilidade total esse tal de "shopping não sei das quantas",algo a ver com cultura ?????? é de faze rir e é revoltante saber que a prefeitura liberou uma bela verba,se essa verba,realmente foi liberada não foi pelo poder da estúpida(que só influencia as menos esclarecidas... uma Lilian Pacce ou Cristina Franco,jamais!),foi o marketeiro lá que deve ter conseguido,acho uma graça os almoços que ele faz na cobertura de luxo,chama o pessoal da Globo,claro que esse povo,o baixo escalão,claro(porque uma Fernanda Montenegro,Laura Cardoso jamais iria)e esse baixo escalão que adora uma boca livre,um luxo,acho que não deixa nem endereço para eles se hospedarem quando vão ao Rio rsrssrsr #prontofalei

    ResponderExcluir

Comente!