quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Glória Kalil X Fause Haten

 Tive que dar uma pausa nos estudos para falar sobre o bapho entre Glória Kalil e Fause Haten. Não faz ideia do que aconteceu? Resumidamente, Kalil criticou o desfile de Haten no SPFW e esse, por sua vez, respondeu a altura. Me questionaram quem está com a razão e eu digo: nenhum dos dois.
 Não sou fã da Glória Kalil e acho que ela ficou presa num passado não muito distante, onde para ser "chic" era preciso moldar-se num padrão quadrado e sem graça. Talvez seja pela idade e não tenho nada contra isso, mas uma mulher que é jornalista do ramo de moda tem que ter a mente bastante aberta e enxergar possibilidades além de ter plena consciência de que o que vemos na passarela não é totalmente o que vai para as ruas. Desfiles são um show programado para mostrar tendências, cores, tecidos e formas prováveis. Com exceção de uma louca ou outra, as peças são modificadas e aí sim vão para as araras. O tom da critica de Glória soou um pouco pessoal. Por outro lado, bato palmas para ela que teve coragem de não gostar publicamente de algo. O universo da moda, seja em revistas, blogs ou sites, é formado por uma patota que mais parece vacas de presépio balançando a cabeça para tudo o que é oferecido. Todo mundo gosta, todo mundo acha lindo e maravilhoso, todo mundo elogia e todo mundo quer. Pelo menos é o que externam. Raramente vemos um jornalista ou um blogueiro "famoso" criticando algo e o motivo é claro: manter contatos e portas abertas para futuras parcerias. Quem perde somos nós, consumidores, que ficamos a mercê dessa parcialidade.
 Quanto ao Fause Haten, também não sou fã mas não tenho nada contra. Acho ótimo estilistas brasileiros terem sucesso em meio a essa enxurrada de etiquetas gringas. Se o desfile foi um pouco exagerado, isso cabe a cada um analisar e decidir, afinal gosto é pessoal. O que eu acho engraçado é a mania que as pessoas tem de gostar sempre da farofa do vizinho. Os estilistas internacionais sempre levam muito mais que roupas para a passarela e todo mundo elogia. Victoria's Secret com suas asas, plumas e shows de cantores famosos não me deixa mentir. Porque lá fora é bonito e aqui é patético? Fica a dúvida. Mas Fause perdeu a razão quando tentou responder. Profissionais da moda não estão acostumados com críticas e sabemos muito bem o porque. A partir do momento em que nós tornamos algo público precisamos estar preparados para as críticas, por mais que elas sejam escassas no meio. Saber ouvir uma opinião negativa é coisa que poucos sabem. Mas a falha não ficou por conta da resposta, que foi educadíssima, e sim pelos argumentos perdidos. Trechos como "o individuo hoje é mais importante do que a marca que ele usa", "a atitude vale mais do que onde se compra uma roupa" e "um blog inocente diz muito mais ao público que um site de moda corporativo" deixaram evidentes que talvez o estilista tenha ficado fora de órbita por algum tempo e acabou preso no passado junto com a Glória Kalil. Hoje nós vivemos um tempo onde a etiqueta de uma roupa pode apagar falta de caráter, pessoas deixam de ter bens de primeira necessidade para usar uma bolsa grifada e os blogs que deveriam nos mostrar pessoas reais se divertindo com a moda apenas servem para nos enganar e mostrar uma realidade inalcançável.
 Muitas batalhas escritas ou verbais são ganhas apenas com o silêncio e nessa caso talvez tivesse sido mais adequado.

See ya!

Comente com o Facebook:

13 comentários:

  1. UAU que texo maravilhoso. Concordo com você e também não estou do lado de nenhum dos dois. Achei a Glorinha deselegante e o FH pobre de argumentos. Me chamou muito a atenção a parte em que você fala sobre não haver críticas no universo da moda e isso é real. Eu trabalho com isso a anos e o que acontece é exatamente isso, todo mundo fingir que gostou só para não criar mal estar.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Nunca comentei aqui mas hoje me senti na obrigação. Sinceramente acho as críticas que vc faz aos looks da blogueiras muito bobinhas mas quando vc estreve sobre alguma coisa mais séria mata a pau. Acho que vc deveria tentar espaço numa revista ou um site grande para mais pessoas ouvirem o que vc tem a dizer. Quanto a esse bafafá acho que realmente o silencio as vezes é melhor mas ele usou do direito de resposta com muita elegância.

    ResponderExcluir
  3. Li o texto da Gloria e fiquei surpresa, pois uma pessoa que sempre falou em civilidade pegou muito pesado. Estou muito, mas muito surpresa!!! Acompanho ela há algum tempo e concordo contigo quando dizes que falta mente aberta, já que estamos tratando de uma profissional da moda. Acho que ela teria outros recursos para manifestar sua opinião sobre o trabalho de FH, mas de mesma sorte, a resposta do estilista foi terrível. Ele expôs toda a complexidade da situação da Gloria publicamente. Tudo o que ele conta é verdade, mas não vejo o porquê de se jogar toda a história no ventilador.

    ResponderExcluir
  4. De critica vc entende né pq adora criticar todo mundo.
    A gloria kalil foi uma grossa estupida e recalcada porque faliu como empresaria da moda.

    ResponderExcluir
  5. Eu acho que a Glória está certíssima. Ela não gostou e falou, qual o problema disso? Você mesma ja disse em outro post que a gente não tem mais o direito de não gostar das coisas e e isso mesmo!!!

    ResponderExcluir
  6. Eu vi um monte de babaca jogando pedra na Gloria só por ela ter dado uma opinião. Gente, liberdade de expressão! Ninguém é obrigado a gostar de nada, pelo amor de Deus.

    ResponderExcluir
  7. Eu acho bacana a sua opinião, adorei o texto e forma como você descreveu o mercado de moda no Brasil. Só penso que a arte merece respeito, foi o que faltou. Porque a moda no Brasil é colorida e sensual sim! E quem é Glorinha Kalil para dizer o que vai estar ou não nas ruas? Em que lugar ela vive, que vê pessoas vestidas e se comportando como ela?!?!!
    O Brasil é um país de mulheres sensuais, e com o perdão da palavra, nossas mulheres dão tesão quando passam na rua a Glória Kalil não, e outra nunca se reinventa, está sempre do mesmo jeito, mesmo cabelo, mesmo sorriso amarelo e a depressão estampada na cara, carrega consigo tanta culpa, tanta etiqueta, que se torna monótona e chata. #teamFH

    ResponderExcluir
  8. cade os links dos textos galera quero ler to por fora

    ResponderExcluir
  9. Muito bom o texto. Os dois perderam a oportunidade de ficarem quietos... tsc tsc

    ResponderExcluir
  10. Amei o texto, maravilhoso, concordo em gênero, numero e grau. BJS - Leilson

    ResponderExcluir
  11. Não acho que a Gloria Kalil tenha sido uma carrasca... Se os estilistas desfilam e existem críticos de moda, eles estão sujeitos a isso e pra ser bem sincero... não aguento mais o FH cantando nos desfiles, nooossa chatissimo... e por fim, em tempos de jabá descarado, quem fala a verdade merece o mérito pela coragem e autenticidade!

    ResponderExcluir

Comente!