quinta-feira, 4 de julho de 2013

Zuhair Murad alta costura 13/14

Mais um libanês abalou a Semana de Alta Costura de Paris. Zuhair Murad chegou com tudo e apresentou um desfile com 45 looks bem variados, tanto na cartela de cores quando na modelagem. Dizem por aí que ele disputa com Elie Saab o título de rei do bordado. Será? O que não podemos negar é que a comparação entre os dois é inegável. As semelhanças ultrapassam a nacionalidade e chega na passarela com coleções relativamente parecidas, graças aos brilhos.
Para tirar a limpo quem mandou melhor nessa temporada, vamos analisar o fashion show de Zuhair. A coleção recebeu o nome de floresta encantada -bastante adequado- e trouxe tecidos fluidos, plumas, fendas, decotes e claro, muita pedraria. Eu separei os looks em categorias então eles não estão exatamente na ordem em que foram apresentados. Vamos lá:


Para começar, os nudes. Três modelos completamente diferentes mas iguais em delicadeza. São vestidos que despertam a vontade de tocar para sentir cada detalhe, né? Amei o do meio, com um ar de deusa grega. Aposto que  Taylor Swift vai aparecer usando um desses... vamos aguardar.


Fiquei fascinada com esse bordado "galho de árvore seca", os vestidos parecem figurino de conto de fadas. A combinação azul e nude ficou bem interessante. Algo me diz que Patrícia Bonaldi vai beber nessa fonte.


O verde esmeralda também marcou presença em modelos bem sexies. O último com recortes na cintura é divino, não? Eu realmente gosto desse tom.


Zuhair surpreendeu com criações em berinjela. Eu acho essa cor bem complicada e, sinceramente, não gostei de nenhum dos vestidos. Acho que criações tão luxuosas merecem cores mais discretas para não ficar com ar carnavalesco.


O prata também reinou e lembrou os vestidos de festa dos anos 90, principalmente esse do meio. Achei o tomara que caia um escândalo e fiquei com muita vontade de vê-lo em um tapete vermelho importante.


O preto surgiu nada básico. Esse macacão não é a cara da Jennifer Lopez? Será que ela vai arriscar?


Olha o azul aí de novo! O azul de Zuhair é um pouco mais aberto do que o de Elie, mas igualmente lindo. A pluma na barra é muito audaciosa e cria um vestido que poucas seguram.


E no show onde o luxo prevaleceu, os curtos também tiveram vez! Gostei de todos e acho que um curto bem bolado vai a um evento de gala tranquilamente.


E para finalizar,  mais uma noiva poderosa. Se Elie Saab optou pela delicadeza, Zuhair Murad escolheu a extravagância.

Se eu precisasse escolher uma coleção para amar, seria a de Elie. Não que a de Zuhair não seja belíssima, mas acho excêntrico e over demais para mim. E vocês, conseguem eleger quem foi o melhor dessa temporada?

See ya!

Comente com o Facebook:

3 comentários:

  1. O último, verde.. MEU DEUS, tô apaixonada

    ResponderExcluir
  2. Estou impressionada! Realmente é como vc falou, o Elie apostou na delicadeza e o Zuhair an extravagância. No entanto, na minha humilde opinião, se eu tivesse rios de dinheiro para escolher um vestido deles, eu com certeza escolheria um Murad! Ele ousou e arrasou! Eu amei essa riqueza de detalhes. Alguns realmente ficaram com muita informação, mas outras são divinos!
    Cada um deles arrebentaram, mas cada qual com seu estilo. Bom para a moda e bom para quem compra (ou que pode R$ comprar).
    :D

    ResponderExcluir
  3. Ah, só pra finalizar... Meu preferido foi o prata tomara que caia. ;)

    ResponderExcluir

Comente!